domingo, 30 de janeiro de 2011

são escolhas #5

Adoro quando a vingança é concretizada e nem nos temos de mexer! Quem com o fogo brinca, com o fogo se queima- já dizia o velho ditado. Mas não te preocupes, a minha companheira do lado num dos dizeres dos seus planos maquiavélicos contra uma enorme, gigantesca e horrivel traição, lembrou-me que 'a felicidade quando provém do sofrimento do outro não dura muito tempo'. Aqui está, posso não ficar eternamente invadida por esta dança estúpida de movimentos, contorções, gargalhadas e sons um nada estranhos, mas enquanto dura dou-me como vencedora! Já merecia, não? Até me sinto má pessoa. Sai pensamento, fora deste corpo porque merecia sim. Eu primeiro e depois os outros. É (demasiado) custoso mas promessas são promessas.

E agora, quem é a maior?
Adoro-me ao quadrado vezes trezentos!

Sem comentários:

Enviar um comentário