segunda-feira, 28 de junho de 2010

até lá

Saborear este pecado faz com que te sinta aí tão longe. Deveria ser crime sentir-se saudade e todo um mar de afrontamentos que nos cegam e nos fazem perder os sentidos.
Adormeço às tantas e acordo sempre cedo, não me concentro, não me controlo, não me aguento, não me sinto. E para piorar o tempo aqui para os meus lados tem estado uma valente caca! Não dá para disfrutar do tão apetecido verão e parece que este nevoeiro acompanha o meu estado de espírito. Bem que tento abstrair-me mas não dá. É impossível reter por mais tempo esta saudade que se apoderou do meu coração (aquele fraquinho); está prestes a explodir esta bomba-relógio que me vai assassinando e dos meus olhos só saiem preces gigantes!
Não me tentem arrancar desta ansiedade nem deste desespero porque as probabilidades de verem uma Dália bem diferente são muitas.
Estou embrulhada no cobertor dos dias maus, tenho sono e vou adormecer.
Acordo na quinta-feira.

2 comentários:

  1. 'Deveria ser crime sentir-se saudade' concordo!
    haverão dias melhores, vais ver.

    ResponderEliminar
  2. eu própria te acordo. do resto tratas tu*

    ResponderEliminar