quinta-feira, 15 de abril de 2010

os olhos mais bonitos do mundo

Ainda à bocado, numa daquelas longas e aconchegantes conversas de sofá, a minha mãe segredou-me que também ela tinha levado uma vida amorosa bastante atribulada. Não consegui resistir e confidenciei-lhe o meu magnetismo por amores não correspondidos e como aquilo me consumia amargamente. Não foi preciso alongar-me, ela lera nos meus olhos o que há muito eu não fazia ideia. À medida que ela me escutava atentamente um mar de lágrimas invadia-lhe aquele rosto tão bonito (a minha mãe é linda) e sem se aperceber apertava as duas mãos com a maior das forças como que a proteger-me daqueles meus azares e daquelas minhas fragilidades de adolescente. Os seus olhos verdes ficavam cada vez mais verdes e as lágrimas cada vez mais assombrosas. Não consegui suportar mais aquele nó na garganta e tal como ela soltei mil gotas que encharcaram o meu pijama. Preferi finalizar a história (não era preciso contar o que faltava, ela já o sabia) e um silêncio tenebroso assumiu o papel principal. Segundos depois, sou possuida por uma enorme vontade de lhe dar um abraço. Um abraço? À minha mãe? Já não me lembro o que é isso! Nunca fui muito de lhe dar carinhos. Que injustiça! Engoli três vezes essa minha incapacidade que se tinha apoderado de mim à 17anos e perguntei-lhe "posso abraçar-te?". Não me respondeu mas também não durou um segundo até estar protegida nos seus dois extraordinários braços. Não dissemos mais nada. Afastei-me, olhei para o verde lindo dos seus olhos e fugi para o computador. Olhei novamente para ela e o maior e o melhor sorriso do mundo invadiu-lhe o rosto piscando-me o olho de forma ternurenta. Sorri.

eu amo-te com toda a força que existe!

5 comentários:

  1. à tua mãe ou ao teu amor n correspondido?

    ResponderEliminar
  2. ainda bem q n tens disso; junta-te a mim e fazemos a cereja no topo do bolo

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente é sempre assim.. Eu também, foi escrita do fundo do meu coração.

    É tão bom ter uma mãe assim :')

    ResponderEliminar